Da Redação | Notícias de Fato
All Posts By

Da Redação

unnamed (5)

Quermesse do Templo Budista de Brasília completa a 44º edição

By | Brasília, Destaques | No Comments
unnamed (5)Está chegando ao terceiro fim de semana a tradicional Quermesse do Templo Shin Budista de Brasília, com ampla programação cultural e gastronômica para os novos e antigos apaixonados pela filosofia budista e tradições orientais. A festa, que chega à 44ª edição neste ano, tem como tema Alegria e Esperança na Terra Pura. “Para você ter esperança em um mundo melhor, você tem que sentir alegria, para que esta alegria tenha continuidade ou tenha reiteração. Alegria, e que seja verdadeira, porque faz bem a si próprio, assim como faz bem aos outros”, explicou o monge Shôjo Sato, responsável pelo templo.

A Quermesse do Templo Budista vai oferecer uma intensa programação cultural e completa experiência de imersão nos costumes ligados ao oriente. Todos terão oportunidade de viver de perto algumas das belezas da arte oriental e as delícias da culinária japonesa e chinesa, entre outras. Os salões do Templo Terra Pura vão se encher com sons e cheiros espetaculares, com a apresentação de grupos de danças tradicional (Bon Odori), artes marciais e músicas típicas do Japão, além de apresentações de taikô (tambor japonês). Também serão oferecidas oficinas de ikebana e origami, entre outras. Um dos pontos fortes da quermesse é também a culinária tradicional: ninguém vai querer perder esses sabores já reconhecidos e respeitados em terras brasilienses.

O horário de realização da festa será de 17h às 22h, todos os sábados e domingos de agosto. O valor da entrada é de R$10 e R$5 (meia-entrada, mediante doação de um quilo de alimento não perecível, exceto sal). Os alimentos arrecadados serão distribuídos a entidades que atendem população de baixa renda no Distrito Federal.

Templo Budista Terra Pura

Inaugurado em 1973, o Templo Shin Budista Terra Pura de Brasília é considerado Patrimônio Histórico e Cultural de Brasília. A história do Templo Budista de Brasília começa em 16 de junho de 1958, quando representantes da comunidade budista nipo-brasileira entregaram ao então presidente Juscelino Kubitscheck a solicitação para a cessão de uma área no Plano Piloto para a construção do Templo Honpa Hongwanji na Capital Federal.

Ao longo de anos de muito trabalho, manter as atividades do templo com um número relativamente reduzido de famílias japonesas em Brasília começou a impedir a arrecadação de doações suficientes. O que fazer então? Foi assim que a Quermesse Budista nasceu. As comemorações passaram a chamar atenção de toda comunidade de Brasília que, sem distinção, passou a frequentar as festas de agosto no templo. Hoje o Urabon de Brasília, conhecido como a Quermesse do Templo Budista, é uma festa tradicional da cidade, que consta no calendário oficial de festividades e recebe mais de dez mil pessoas nas oito ou dez noites de agosto.

A história por trás da festa

A quermesse é uma adaptação brasileira do Urabon – também chamado Obon, ou apenas Bon, em japonês –, um costume budista japonês para homenagear os antepassados falecidos. A festa teve origem na palavra sânscrita “ullambana”, que significa “pendurar de cabeça para baixo”, numa metáfora ao grande sofrimento.

A origem da cerimónia é descrita no Sutra Ullambana. Segundo o texto, Maudgalyayana, um discípulo de Buda, utilizou poderes sobrenaturais para observar a sua falecida mãe e descobriu que ela passava por sede e fome no Reino dos Fantasmas Famintos. Maudgalyayana então ofereceu-lhe água e comida para aliviar o seu sofrimento, mas tudo foi transformado em fogo antes que ela pudesse recolher.

Preocupado, o discípulo procurou ajuda de Buda sobre como libertar sua mãe daquela situação. Buda sugeriu que ele oferecesse dádivas aos monges budistas que participavam de retiro naquele período para que a mãe recebesse parte das oferendas. Assim fez Maudgalyayana, seguindo as instruções de Buda, e sua mãe pôde receber alimentos e bebidas e ser libertada da dor de permanecer no Reino dos Fantasmas Famintos.

Serviço

Quermesse do Templo Shin Budista da Terra Pura de Brasília
Quando?
 Todos os sábados e domingos de agosto, das 17h às 22h.
Onde? Templo Shin Budista de Brasília (EQS 315/316)
Ingressos: R$ 10 inteira ou meia R$5 (meia-entrada garantida por Lei, além de meia-entrada oferecida a visitantes que doem 1kg de alimento não perecível, exceto sal)
Maiara e Maraisa - Mauricio Antonio_0038

Mineirão comemora aniversário com o Festeja Belo Horizonte dentro do estádio

By | Cultura, Diversão e Turismo | No Comments

Maiara e Maraisa - Mauricio Antonio_0038Pela primeira vez na história, o gramado do Gigante da Pampulha será palco para um festival de música sertaneja

O Estádio Governador Magalhães Pinto, mais conhecido como Mineirão ou Gigante da Pampulha, como é carinhosamente chamado numa referência às suas características e pela região de Belo Horizonte onde está localizado, se prepara para apagar mais uma velinha. O campo, inaugurado em 1965 com o objetivo de atender uma demanda crescente de público em jogos dos principais times de Minas Gerais, completa, em setembro, 52 anos. E para celebrar as comemorações, pela primeira vez na história, o estádio abre suas portas para receber um festival de música sertaneja, o Festeja Belo Horizonte.

A comemoração não será pelos títulos, medalhas e troféus. A conquista da vez é muito maior e a torcida é única. É que evento promovido pela Workshow, Nenety Eventos e Empresário João Wellington, em parceria com a administração do estádio, reunirá os maiores nomes da música sertaneja e pop atual. A bola dará lugar aos microfones e instrumentos, e o show em campo será musical, com Anitta, Tomate, Marília Mendonça e as duplas Henrique & Juliano, Maiara & Maraisa e Zé Neto & Cristiano.

O gramado do Gigante da Pampulha, que foi determinante para o desenvolvimento do futebol mineiro, está acostumado a ser cenário para um show de bola, palco das mais diversas partidas de futebol. Mais de 4 mil jogos já aconteceram no estádio, e os três principais times mineiros são os grandes protagonistas destes números. O Atlético Mineiro contabiliza, até o momento, 1523 jogos, o América 938, e o Cruzeiro, que oficializou em 2012 sua exclusividade na exploração e comercialização das partidas no estádio, por 25 anos, reúne números impressionantes. O clube celeste é o time que mais jogou, mais venceu e mais conquistou títulos no estádio. Foram quase 1.700 partidas, com 1.054 vitórias, 379 empates e 258 derrotas.

Os ingressos para o Festeja Belo Horizonte podem ser adquiridos na loja da Nenety Eventos, no Shopping 5ª Avenida (Rua Alagoas, 1314, Loja 16, Piso C, Savassi, Belo Horizonte/MG) ou pela internet, através do site www.nenety.com.br. Os preços variam de R$ 30 a R$ 400.

Sobre o Festeja

O Festeja é hoje um dos principais eventos de música do Brasil. Idealizada pela Workshow, a marca tem à disposição um casting completo de artistas de vários estilos, que se apresentam no mesmo palco, levando alegria e música para os quatro cantos do Brasil. Atualmente, são realizadas 40 edições do Festeja por ano, sendo que desse total, 20 são capitais. Estima-se que em 2017, 1,5 milhão de pessoas irão assistir ao Festeja no Brasil inteiro. Com todas as edições juntas, serão gerados cerca de 100 mil empregos diretos e indiretos.

Serviço

Festeja Belo Horizonte

Local: Estádio Mineirão – Av. Antônio Abrahão Caram, 1001, Pampulha.

Atrações confirmadas: Henrique & Juliano, Marília Mendonça, Zé Neto & Cristiano, Maiara & Maraísa, Anitta e Tomate

Data: 09 de setembro de 2017

Horário:  14h

Valores de ingressos: 

Arquibancada superior amarela: R$ 30,00 (meia)

Pista: esgotado

VIP: R$ 110,00 (meia e inteira promocional)

Camarote (open bar com vodka,cerveja, citrus, refrigerante, suco e água): R$220,00

Front Stage (open bar com whisky, vodka, espumante, cerveja, refrigerante, citrus, suco e água, Decoração especial, área de descanso e painel de Led): R$ 290,00

Camarote Premium (open bar de: whisky, vodka premium, espumante, cerveja, refrigerante, suco, citrus, energético água e open food):  R$ 400,00

Vendas:

Online: www.nenety.com.br

Loja Nenety Eventos: Shopping 5ª Avenida (Rua Alagoas, 1314, loja 16, Pisco C – Savassi, Belo Horizonte)

Classificação etária: 

Pista e VIP: 14 anos

Camarotes e Front Stage: 18 anos

meltdown-1312488_960_720

Autismo: aprenda a identificar os 3 primeiros sinais do transtorno

By | Destaques, Saúde | No Comments

Child Behavior Institute dá orientações para diagnóstico precoce e faz campanha solidária em agosto

O olhar ausente, o vocabulário limitado, o isolamento social e as crises comportamentais são apenas algumas das características que as pessoas com autismo podem apresentar. Cada um dos dois milhões de brasileiros com o transtorno – sendo 600 mil crianças e adolescentes – tem características e necessidades diferentes. O que todos têm em comum é o fato de que, quanto mais cedo o diagnóstico e intervenção, mais eficiente é o tratamento e menores as limitações, segundo o psiquiatra Gustavo Teixeira, fundador do CBI (Child Behavior Institute) of Miami, que oferece cursos sobre os transtornos de comportamento infantis e da adolescência.
unnamedOs primeiros sinais do distúrbio podem ser percebidos na fase entre um e dois anos. “Se a criança não fala, não aponta para objetos e não olha nos olhos dos pais, ela precisa ser avaliada por um médico”, aponta o especialista em saúde mental infantil e psicoeducação.
Não existem exames laboratoriais para fazer esta identificação. A avaliação é o diagnóstico clínico e o tratamento é multidisciplinar: envolve de terapeuta a fonoaudiólogo e mediação escolar. É fundamental, então, a difusão de conhecimento, para que pais, professores e profissionais de saúde possam oferecer as melhores condições para o desenvolvimento da criança. “A informação diminui o preconceito e faz com que as pessoas busquem ajuda e tenham ferramentas para lidar com o autismo”, salienta João Roberto Magalhães, também fundador do CBI of Miami.
O Instituto ministra cursos on-line sobre problemas comportamentais que atingem cerca de 10% a 20% das crianças e adolescentes – como o famoso “Reizinho da casa”, déficit de atenção, agressividade, dificuldade de aprendizagem, depressão e suicídio. Os treinamentos são dados por especialistas nos temas e abordam as novidades sobre as patologias, suas características, o impacto na vida das famílias e amigos e, claro, os tratamentos.
Desde sua criação, em fevereiro de 2016, 10 mil alunos já foram certificados peloCBI of Miami. “O ambiente virtual permite um treinamento de alta qualidade a um preço baixo. Desde o pai ou professor que mora em cidade pequena ao médico que não consegue se locomover para um evento presencial, todos têm acesso ao melhor curso”, enfatiza Teixeira.
Campanha Agosto Solidário
Para disseminar ainda mais o conhecimento, o CBI of Miami realiza a campanha “Agosto Solidário”. Todos os inscritos durante o mês pagarão mensalidades fixas de R$ 27, independentemente da duração do treinamento, que pode ser de 12 a 24 meses. As inscrições podem ser feitas pelo site.
1078374-tnrgo_rj_abr_28.05.2017-0617

Duração de licença-paternidade reforça desigualdade na criação dos filhos

By | Brasil, Destaques | No Comments

A imagem de um pai participativo ainda causa estranhamento na sociedade brasileira. Homens que cuidam da casa, dos filhos e dos interesses particulares chegam, muitas vezes, a ganhar espaço na mídia como exemplos por desenvolver tarefas que, em geral, fazem parte da rotina das mulheres. O desempenho desses papeis faz parte da cultura e está, inclusive, nas leis. Uma das regras que expressam essa diferença é a licença-paternidade. Enquanto as mães com carteira assinada têm entre quatro e seis meses garantidos para se dedicar à criação dos filhos, a maior parte dos pais na mesma situação de emprego conta com apenas cinco dias.

“Já é um recado de que quem tem que cuidar é a mãe. Isso faz com que a maioria das famílias já se configure a partir disso e não questione essa desigualdade, inclusive porque, muitas vezes, elas não têm capacidade, até financeira, de fazer diferente”, diz Roger Pires, jornalista, realizador audiovisual e pai de Lourenço, de 1 ano. Participante do Movimento Paterno, grupo que reúne pais em Fortaleza, ele lançou, neste Dia dos Pais, o curta 5 dias é pouco, feito para reivindicar o aumento da licença-paternidade no Brasil. O grupo considera que o tempo maior de afastamento do trabalho é um direito do pai, dos bebês e das mães.

De acordo com a Constituição Federal, o prazo da licença-paternidade é de cinco dias. Antes da aprovação da Carta Magna, valia o disposto na Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), que desde 1967 inclui no rol dos direitos trabalhistas a possibilidade de o empregado não comparecer ao trabalho, sem prejuízo do salário, por um dia, em caso de nascimento de filho.

A defesa da divisão igualitária da tarefa de cuidar de uma criança levou a senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB/AM) a propor o compartilhamento da licença-maternidade entre pai e mãe, com a divisão dos dias de afastamento. A proposta de emenda à Constituição (PEC) 16/2017 altera o Artigo 10 do Ato das Disposições Constitucionais e Transitórias da Constituição Federal para incluir a possibilidade de a licença ser exercida em “dias correspondentes aos da licença-maternidade, quando a fruição desta licença poderá ser exercida em conjunto pela mãe e pelo pai, em períodos alternados, na forma por eles decidida”.

A PEC foi remetida à Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania do Senado e, desde abril, aguarda a designação de um relator. A proposta busca refletir mudanças no mundo do trabalho, destacadamente a maior participação das mulheres no mercado, e tem como base a experiência de diversos países. Segundo os argumentos da PEC, o compartilhamento da licença é adotada, por exemplo, na Noruega, na Suécia, na Finlândia e na Espanha.

Servidores públicos

A luta pela ampliação da licença-paternidade tem causado alterações normativas. Desde maio de 2016, servidores públicos civis da União, das autarquias e das fundações públicas federais passaram a contar com mais 15 dias de licença, além dos cinco assegurados pela Constituição Federal. A regra vale, inclusive, para quem adotar ou obtiver guarda judicial de criança de 0 a 12 anos incompletos.

Com a mudança em nível federal e a mobilização de pais e mães, diversos estados têm ampliado a discussão sobre esse direito. No Distrito Federal, o governo estabeleceu o Programa de Prorrogação da Licença-Paternidade também no ano passado, estabelecendo que os servidores públicos têm direito a 30 dias de licença-paternidade.

No Rio de Janeiro, uma emenda constitucional aprovada pelo Legislativo em 2015 ampliou o afastamento de pais servidores do estado para o prazo de 30 dias. O mesmo período foi aprovado pela Assembleia Legislativa do Ceará, para o caso de servidores civis e militares, na forma de indicação. Para virar lei, é preciso que o governo estadual elabore e os deputados aprovem projeto de lei acatando a indicação. Já em Minas Gerais, funcionários do Legislativo têm até 15 dias de licença. Em Mato Grosso do Sul, servidores do Tribunal de Justiça têm 20 dias.

Iniciativa privada

Com a aprovação do Marco Legal da Primeira Infância, em marco de 2016, foi alterada a lei que criou o Programa Empresa Cidadã, inicialmente voltado para estimular a adoção de licença-maternidade de seis meses por parte da iniciativa privada. Com o marco, trabalhadores de empresas que façam adesão ao programa passaram a ter 20 dias de licença, a exemplo do que ocorre com os servidores. Em troca, a companhia tem isenção de impostos.

Para usufruir desses direitos, os pais devem requerer a ampliação em até dois dias úteis após o parto e comprovar participação em programa ou atividade de orientação sobre paternidade responsável. Essa participação foi objeto de nota técnica do Ministério da Saúde, lançada no início deste mês. Nela, o órgão sugere que a realização do pré-natal do parceiro, a participação nas atividades educativas durante o pré-natal e/ou visitas à maternidade sejam consideradas atividades de orientação sobre paternidade. Do mesmo modo, a comprovação poderá ocorrer por meio da participação no curso online  Pai presente: cuidado e compromisso, que é gratuito.

“Exercer o direito à licença-paternidade e apoiar a parceira são muito importantes para o sucesso do aleitamento materno, para compartilhar entre o casal os prazeres e os afazeres relacionados à chegada do bebê e para gerar vínculos afetivos saudáveis e maior qualidade de vida para todos. A participação do pai no pré-natal e nos cuidados com a criança após o nascimento também pode contribuir para diminuir a violência na família e o abandono do lar”, destaca a nota.

Tanto no caso dos servidores quanto das pessoas que trabalham na iniciativa privada, os pais têm o direito de receber remuneração integral, ao longo da licença. Eles ficam proibidos de exercer atividade remunerada. O desafio, agora, é ampliar o conhecimento sobre esse direito e a adesão das empresas ao programa.

Profissionais autônomos

A experiência de criação de Lourenço, ao lado da companheira, a assistente social Samya Magalhães, e a participação no grupo Movimento Paterno mostrou para Roger que mesmo os 30 dias são poucos para uma divisão efetiva da tarefa do cuidado, para a adaptação à nova vida e mesmo para o acompanhamento de uma fase muito delicada, o puerpério, quando o corpo da mulher passa por intensas transformações. “Trinta dias não cobrem sequer o resguardo”, afirma.

Como autônomo, o rendimento depende da produção, por isso foi preciso adaptar a rotina de trabalho do Coletivo Nigéria, do qual participa. Enquanto os outros integrantes do grupo se dedicavam às atividades externas, ele se dedicou à elaboração de projetos e outras tarefas que podiam ser feitas de casa, muitas vezes na madrugada.

“A licença-paternidade é para quem tem Carteira de Trabalho. Para muito pai autônomo é pior ainda, porque a pessoa deixa de trabalhar e de ganhar. Seria legal uma renda mensal, básica, para que essa pessoa pudesse deixar de trabalhar mesmo”, defende. Para ele, “se a sociedade tivesse o cuidado de esperar um pouco o primeiro ano, os primeiros meses, a gente teria pais e mães apoiados, bebês mais cuidados, com mais saúde, e isso iria se refletir em toda a sociedade”.

Foto/Créditos: Marcelo Camargo/Arquivo Agência Brasil

unnamed (1)

Já pensou em ter como sobremesa um saboroso bombom de chocolate com toque de Sal Rosa do Himalaia?

By | Brasil, Gastronomia | No Comments

Em parceria com a Natural Wonder, Chef Danielle Rodrigues ensina receita com o produto. Confira!

A Natural Wonder, pioneira na comercialização de Sal Rosa do Himalaia do país, sempre busca chefes inovadores para realizar parcerias promissoras, assim como receitas que fujam do tradicional. Desta vez, a empresa firmou com a Chef Danielle Rodrigues, proprietária do Buffet Dani Sabores. E, para o mês de agosto, a Chef desenvolveu uma deliciosa sobremesa de chocolate com abóbora – com um toque especial de Sal Rosa do Himalaia.

Para Valéria Simonini, diretora da Natural Wonder, a proposta é exatamente essa, inovar em receitas tradicionais. “Desde que firmamos esta parceria com a Dani, ela tem trazido receitas que surpreendem, tanto na criação, quanto no paladar, era isso o que buscávamos, para mostrar que o Sal Rosa pode ser usado como tempero chave numa sobremesa tradicional”, explica Valéria.

Aprenda a fazer essa deliciosa receita:

Ingredientes para o bombom

500 gramas de chocolate ao leite

Forminhas em formato de quadrado

Modo de preparo

Em um recipiente, coloque o chocolate e leve ao microondas por 6 minutos mexendo a cada 3. Banhe as forminhas com chocolate e leve para geladeira por 15 minutos. Em seguida, desenforme e reserve.

Ingredientes para o doce de abóbora

1 kg de abóbora

400 gramas de açúcar

10 cravos da Índia

2 canelas em pau

Sal MÉDIO Natural Wonder à vontade

Modo de preparo

Descasque a abóbora corte em cubos. Coloque em uma panela com açúcar, cravo e canela. Deixe cozinhar por 30 minutos. Quando estiver no ponto macio, desmanchando, deixe secar a água que solta da abóbora em fogo baixo por mais 20 minutos. Depois de secar totalmente coloque em um recipiente e deixe esfriar.

Montagem

Encha cada cavidade da caixinha de chocolate com doce de abóbora, após preencher todas com o doce, coloque uma pitada de Sal Médio Natural Wonder por cima de cada caixinha.

Rendimento 100 unidades

IMG_4194

Homem mais bonito do DF será eleito neste sábado (12), em Ceilândia

By | Brasília | No Comments

Os concorrentes ao Mister Brasil Universo DF disputarão a faixa neste sábado, às 18h, no JK Shopping em Ceilândia. São cerca de 15 candidatos de diversas regiões administrativas. O eleito representará o DF no concurso nacional que será realizado em novembro na capital federal. Entrada franca

Cerca de 15 candidatos irão participar da grande final do concurso Mister Brasil DF Universo que será realizado neste sábado (12), às 18h, no JK Shopping. O escolhido que passar pelo crivo do júri e fazer bonito na passarela irá representar o Distrito Federal no concurso nacional, que será realizado em novembro na capital federal.

 O idealizador do concurso Ralph Santos conta que o evento é o mais importante do país no segmento masculino. “Nosso diferencial entre os outros concursos é nosso compromisso e engajamento em causas sociais. Neste ano trabalhamos com a inclusão dos cadeirantes que foi um grande sucesso. O representante que será escolhido na noite deste sábado terá uma grande responsabilidade de representar o DF na sua própria casa, já que o concurso nacional será realizado em novembro na cidade”, ressalta o idealizador.

 A proposta do concurso é também que o vencedor se torne representantes das causas dos direitos e garantias da pessoa com deficiência física no DF, onde promoverão ações ligadas aos direitos e desenvolvimento social do cadeirante. O evento é realizado por parceiros e voluntários de vários segmentos da sociedade e não tem nenhum cunho partidário, financeiro ou político e conta com o apoio do Governo do Distrito Federal, na pessoa do Vice-Governador, da Esmalteria Nacional de Vicente Pires e Linhas da Cobo, da loja The Girls e Do Céu Noivas, além de parceiros na área de eventos e profissionais de saúde.

 Ensaio

Sexta-feira (11), às 18h, JK Shopping

FINAL

O quê: Mister Universo Distrito Federal 2017, 12 de agosto, a partir das 18h,

Quando: a partir das 18h

Onde: JK Shopping em Ceilândia

Quanto: Entrada franca

Classificação Indicativa: Livre para todos os públicos.

Contato: 984535336

http://www.festivaldabelezauniverso.com.br/

 

yoga-2176668_960_720

Meditação ajuda na saúde física e espiritual

By | Destaques, Saúde | No Comments

Técnicas de respiração e mentalização podem reduzir o estresse do dia a dia e gerar uma conexão maior com a espiritualidade

A meditação é uma prática que possui diversos benefícios já conhecidos, como a redução da ansiedade e da pressão arterial, até uma melhor performance no trabalho, ao alinhar corpo e mente em prol de uma vida saudável. A Kabbalah, tradição milenar que busca entender o mundo e promover uma vida plena, também usa a meditação em sua prática. O rabino Joseph Saltoun explica sua importância nos dias atuais e como unir meditação e espiritualidade: “a meditação pode ser considerada uma terapia espiritual porque tudo está registrado em nosso inconsciente, sejam atributos de personalidade, forma de comportamento, e até memórias de sentimentos inconscientes de vidas passadas que afetam nossa vida atual”.

Segundo ele, por meio dessa reflexão, é possível entender as emoções e exercitá-las até que se tornem algo positivo, auxiliando no amadurecimento pessoal.

Um dos exercícios básicos da meditação é a “respiração consciente”, e esta ajuda a acalmar os pensamentos e a extrair a energia do estresse do corpo, trazendo calma e equilíbrio, emocional e mental.  Ao eliminar esses desconfortos, prevalece o bem-estar e a autoestima, que são gatilhos para o aumento de prazer e satisfação, colaborando para uma existência mais centrada e a conquista de melhoras na saúde.

O rabino explica que os impactos da meditação na vida de quem a pratica são bem perceptíveis. “Nos sentimos mais amorosos e adquirimos uma visão mais feliz pela vida e principalmente pelo outro. Pessoas que praticam meditação regularmente param de criticar e condenar os outros e a si mesmos com severo julgamento”, diz Joseph, que complementa dizendo que “amar ao próximo começa com a se amar primeiro. Com a energia de amor, podemos curar todas as doenças, pois a vida é resultado de amor”.

A Kabbalah ensina a como crescer e evoluir espiritualmente, e isso se dá também com o auxílio da meditação. Joseph diz que é preciso “reprogramar a forma que nós reagimos às situações que encontramos ao longo de nossa vida, e em vez de reparar apenas nos problemas, comecemos a ver as oportunidades que ela nos providencia” e finaliza dizendo que “a meditação é fundamental para esse processo, porque ajuda a alterar a visão em relação à vida e a tudo que ela oferece”.

Meditação, técnicas como Ho’oponopono, limpeza mental e outros temas serão abordados por Joseph Saltoun e outros palestrantes no 2º Congresso Brasileiro de Kabbalah, que acontece nos dias 26 e 27 desse mês, no San Marco Hotel, Salão Rafaello (Setor Hoteleiro Sul – Quadra 05 – Bloco C – Asa Sul – Brasília | DF). As inscrições podem ser feitas pelo site: https://goo.gl/DqVTD8 .

Sobre Joseph Saltoun – Joseph Saltoun, rabino, escritor e estudioso espiritual, é um dos principais guias do estudo da Kabbalah (Cabalá) em nossos tempos. Em 1982, aos 22 anos de idade, ele foi iniciado nesta Sabedoria Divina.

Desde então, ele tem ensinado em muitos países, e ao mesmo tempo escrevendo e publicando livros em diferentes idiomas. No Brasil, dirigiu o Centro de Estudos de Kabbalah, SP, nos anos 1997-2004. Atualmente, reside no Canadá e viaja o mundo passando seus ensinamentos espirituais da Kabbalah aos grupos de estudos.

Entre os livros publicados pelo Rabino Joseph Saltoun estão “Kabbalah e Prosperidade – A arte de viver uma vida próspera e sustentável”; “Nos Passos do Hebreu – Uma viagem ao Egito, Jordânia e Israel ao espírito da Cabalá”; “O Despertar da Consciência”; “Portal das Reencarnações”; “Orações kabbalista, a Arte de Orar segundo a Cabalá”; “Reencarnação”; “Árvore da Vida”; “A Kabbalah e as Chaves Secretas do Universo”; “Áudio da Prosperidade”; “Hagadá de Pêssach”; “Alma Gêmea” (áudio); “Astrologia – A Arte de Viver Bem” (apostila). Todos eles podem ser adquiridos pela loja virtual: http://www.josephsaltoun.com.br/loja.

PROGRAMAÇÃO:

Sábado, 26 de Agosto:

10h – Palestrante: Joseph Saltoun: “Kabbalah na Era Messiânica”.
14h – Palestrante: Adriana Finkelstein: “A Tenda de Sarah – A mulher na Kabbalah”
15h – Palestrante: Regina Tavares: “Ho’oponopono – O Processo de Limpeza Mental – à Luz da Kabbalah”
17h30 – Palestrante: Rivkah Jacqueline Godeck: “Astrologia Kabalística – Aspectos Gerais”

Domingo, 27 de Agosto:

9h – Palestrante: Joseph Saltoun: “As letras hebraicas e Meditação”.
9h45 – Palestrantes: Antônio Luiz Rosa e Bruno Padoveze: Kabbalah Interna: “A Árvore da Vida e o Caminho Iniciático”
10h30 – Palestrante: Carlos Henrique Arouca: “Kabbalah, Xamanismo e Ervas Medicinais”
14h – Palestrante: Rivkah: “Astrologia Kabalística – Aspectos Práticos”
15h – Adriana Finkelstein: “O Calendário Cabalístico –  O GPS da Alma”
17h – Painel dos Palestrantes
18h – Encerramento com Joseph Saltoun.

scream-1819736_960_720

Rebeldia sem causa pode ser sinal de alerta para Transtorno Desafiante Opositor (TDO)

By | Destaques, Saúde | No Comments

Transtorno pode atingir até 16% de crianças e adolescentes. Pico dos sintomas acontece entre 8 e 11 anos. 

Quando o assunto é desenvolvimento infantil, muitos pais podem ter dúvidas sobre o que está dentro da normalidade ou não. Por natureza, as crianças costumam ser espontâneas e questionadoras, principalmente depois dos três anos de idade. Birras e alguns maus comportamentos fazem parte da infância e da adolescência. Porém, quando essas atitudes são constantes e interferem na vida escolar, familiar e nos relacionamentos, é preciso prestar atenção.

Essa rebeldia, aparentemente sem causa, pode indicar uma condição conhecida como Transtorno Desafiante Opositor (TDO). Segundo Dra. Karina Weinmann, neuropediatra e cofundadora da NeuroKinder, o TDO é classificado como um transtorno disruptivo que se caracteriza por um padrão de humor irritável, comportamento argumentativo/desafiador e vingativo. A prevalência global é estimada entre 5 e 16% de crianças e adolescentes até 18 anos.

“São aquelas crianças ou adolescentes que discutem de forma excessiva com os adultos, não assumem a responsabilidade pelo mau comportamento, incomodam as outras pessoas, têm dificuldade em aceitar regras e autoridade, perdem o controle emocional se suas vontades não forem cumpridas e tem um comportamento vingativo”, diz a médica.

Birras e teimosia são sinais de alerta
O diagnóstico é um desafio e precisa ser muito criterioso. “A frequência dos sintomas é muito importante, já que muitos comportamentos do TDO são comuns no desenvolvimento infantil. Para as crianças com menos de cinco anos de idade, os comportamentos devem acontecer na maioria dos dias, por um período de pelo menos seis meses, com exceção do comportamento vingativo. Para os maiores de cinco anos, os comportamentos devem estar presentes pelo menos uma vez por semana, por pelo menos seis meses, também com exceção do comportamento vingativo”, explica Dra. Karina.

Em geral, o TDO costuma se manifestar a partir dos três anos, com surtos de teimosia. As birras entre quatro e cinco anos são frequentes, assim como questionamentos a partir dos seis anos. Porém, o pico dos comportamentos típicos do TDO acontece entre os oito e onze anos de idade.

download

Congresso da Abrasel traz novo tema para melhorar a qualidade de vida no Brasil

By | Brasil, Destaques | No Comments

O 29º Congresso Nacional Abrasel traz como tema “Conectar – Saberes, Pessoas, Iniciativas”, com objetivo de interligar ações, conhecimento e atores que atuem para o desenvolvimento do setor de alimentação fora do lar e contribuam para facilitar o empreender e melhorar a qualidade de vida no Brasil.

O evento é o maior encontro de conhecimento e inteligência do setor da alimentação fora do lar, contando com a participação das principais lideranças empresariais e da gastronomia do país. Durante dois dias o setor se reúne para discutir os desafios e apresentar propostas para o avanço da alimentação fora do lar no Brasil e, de maneira mais ampla, melhorar o ambiente empreendedor do País e melhorar a qualidade de vida dos cidadãos. Junto da programação técnica, os participantes poderão desfrutar do Lounge de relacionamento Abrasel, com a presença dos principais parceiros da entidade. E, em paralelo, são realizados o Mesa ao Vivo Brasília e a Vinum Brasilis.

 Há  mais de 30  anos  a  Abrasel  representa  e  defende  o  setor  de  alimentação  fora  do lar  no  Brasil, trabalhando para que empreender no país seja mais fácil e para que os cidadãos tenham mais qualidade  de  vida.  Apostando  na  força  deste  setor,  formado  em  sua  maioria  por  pequenas empresas, a entidade possui hoje representação em todos os estados brasileiros e no Distrito Federal,  somando  47seccionais  e  regionais  e  contando  com  800  líderes e  executivos  que cuidam  de  quase  6  mil  associados.  Desta  capilaridade  e  robustez  ímpares  surge  a  força  da Abrasel, materializada historicamente na cerimônia de abertura de seu evento nacional, com a presença de importantes parlamentares, lideranças setoriais e empresários de todos os cantos do país.

Powered by themekiller.com