Spoleto promove festival de Gnocchi com novos sabores | Notícias de Fato

Spoleto promove festival de Gnocchi com novos sabores

GnocchideCaprese - CredEduardoGuedes

Abóbora e caprese são os lançamentos de massas artesanais da marca

Cada região da Itália apresenta sua receita de gnocchi. Há versões com ovos, farinha de castanhas e até preparações doces. Por aqui, apesar do mais popular ser o de batata, a massa caiu no gosto do brasileiro, que aprendeu a apreciá-la em diferentes sabores, acompanhada de molhos variados ou até mesmo gratinada – ótima opção para dias mais frios como os que se aproximam.

Tamanho é seu sucesso entre os comensais que o Spoleto promove no primeiro mês de inverno o “Festival do Gnocchi, com lançamento de dois sabores da massa: caprese e abóbora. A partir de 6 de junho, esse clássico da culinária italiana será o astro do restaurante, podendo ser combinado com molhos exclusivos ou “à moda Spoleto”, no qual o cliente escolhe o sabor do Gnocchi, o molho (entre os tradicionais) e mais oito ingredientes.

A nova chef do Spoleto Andrea da Conceição, inspirada nas receitas do chef Gianni Carboni, desenvolveu novos sabores de Gnocchi para o festival e também a opção do “pode pirar”:

Gnocchi de batata ao molho Bolognesa Clássico da casa = R$ 15,90;

Gnocchi de caprese (massa à base de tomate e manjericão) ao molho sugo, azeite e manjericão, e ainda com os ingredientes alho, ricota temperada, azeitona preta e tomate cereja = R$ 18,90;

Gnocchi de abóbora ao molho Al Mare (molho ao vinho branco com uma porção de camarões) = R$ 26,90;

Pode pirar na receitaqualquer sabor de gnocchi + um dos molhos tradicionais + 8 ingredientes (do jeito que cliente quiser!)

O preço desta opção é de acordo com a banda da loja.

Mais sobre a origem da massa

gnocchi começou a ser elaborado com várias farinhas, sobretudo de trigo e arroz, e inclusive com miolo de pão (nas famílias mais pobres). Anos depois, a massa foi enriquecida com espinafre, queijo, castanha, carne ou até mesmo peixe. Com a introdução do milho na Itália, em meados do século 16, surgiu o nhoque de polenta. Somente entre os séculos 16 e 17, com a chegada da batata, foi que apareceu o tradicional Gnocchi, mundialmente apreciado. A batata tornou-se seu ingrediente supremo, mas as versões de farinha de trigo e semolina também têm seu valor.

Independente da origem ou do que é feito, o gnocchi tem aparência similar. É pastoso e cortado em pequenos pedaços, enrolado em “bolinhas” ou simplesmente um pouco arredondado. É servido em pequenas porções, por ser um prato “mais” pesado, e acompanhado de diferentes molhos.

Campanha

O Spoleto investiu R$ 1,1 milhão no Festival do Gnocchi, com o qual estima incremento de 9% nas vendas. Em 15 de junho, a rede põe na rua a campanha publicitária com mídia na TV fechada, contando com patrocínio de alguns programas como: Receitas da Carolina no canal GNT, Cake Boss no canal H&H e também o Combate Culinário no canal TLC.

Vale lembrar, contudo, que o restaurante ainda promove no dia 29 de cada mês o Gnocchi da Fortuna – Fazendo o Bem. A cada compra de uma combinação (gnocchi tradizionale + bebida + sobremesa), o consumidor ganha a nota de 1 dólar para fazer a oração a São Genaro (como reza a lenda) e a rede de culinária doa a mesma quantidade da massa vendida nesse dia a uma instituição de caridade. Os “clientes-colaboradores” podem acompanhar a doação pela página do restaurante no Facebook (facebook.com/spoleto).

 

Leave a Reply

Powered by themekiller.com