Alimentação | Notícias de Fato
Tag

Alimentação

fruits-2412428_960_720

Preços de legumes sobem 2,34% em julho, em São Paulo

By | Destaques, Economia | No Comments

O Índice de Preços da Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo (Ceagesp) apresentou elevação de 2,34% em julho, depois de um aumento de 1,31% em junho. No acumulado desde janeiro, houve alta de 5,10%, mas nos últimos 12 meses, os preços tiveram um recuo médio de 8,14%.

Esse índice reflete a variação de preços de alimentos frescos no mercado atacadista, incluindo 150 itens entre frutas, legumes, verduras, pescado e diversos.

Segundo análise técnica da Ceagesp, “com os baixos índices pluviométricos, as culturas desprovidas de irrigação sofreram muito com a falta de água e apresentaram elevados preços, sobretudo, os legumes”.

A previsão da entidade é de que este mês o cenário seja semelhante ao de julho, porém, sem maiores reflexos de preços sobre os legumes que lideraram as altas com reajuste médio de 14,2%

Entre os produtos que mais subiram de preço estão os pimentões amarelos e vermelhos (83,3%); tomate (37,4%), pimentão verde (32,6%), ervilha torta (27%),  jiló (20,6%) e quiabo (18,9%%).

Edição: Kleber Sampaio
soup-1768678_960_720

Fome aumenta em época fria

By | Destaques, Saúde | No Comments

Especialista alerta sobre os cuidados com a saúde e dá dicas de como manter a alimentação saudável

 Com a baixa temperatura do ar o organismo gasta mais energia para manter o corpo aquecido e, consequentemente, as pessoas sentem mais fome. Apesar desses fatos, os cuidados com a alimentação devem ser redobrados, para que sejam evitados futuros problemas de saúde.

Os alimentos mais procurados nessa época do ano são: chocolate quente, vinhos, queijos, alimentos mais calóricos como sopas, fondue e preparações ricas em gordura e açúcar. A nutricionista, Shirley de Jesus, alerta sobre os cuidados que devem ser tomados. “Os exageros gastronômicos irão refletir não só na balança, mas também na saúde, pois alimentos deste tipo ajudam a desencadear o aumento nos níveis lipídicos e glicêmicos, logo pode ocorrer resistência à insulina, hipertrigliceridemia, hipertensão e dislipidemias”.

Dicas da nutricionista:

  • Consuma sopas feitas com vegetais e legumes cozidos, acrescente folhas como agrião, couve, repolho ou espinafre. Além disso, os temperos são nossos aliados, ajudam a manter as doenças típicas desta época longe de nós. Prefira ervas naturais, nada de temperos industrializados e ricos em sódio. Use temperos como canela, cravo, gengibre, pimentas, curry, páprica, alho e cebola. Eles vão ajudar a aquecer seu corpo. Cuidado com as massas e pães para acompanhar sua sopa. Acrescente uma boa fonte de proteína (peito de frango, peixe ou carnes mais magras). Não caia na armadilha de colocar creme de leite e muito queijo, isso tornará sua sopa mais calórica.
  • Chocolate quente, o queridinho do frio. Use leite desnatado ou whey protein ou bebidas vegetais (arroz, aveia, amêndoas) com cacau e canela. Achocolatados não, por favor!
  • Chá é uma boa pedida. Lembra o aconchego da casa da vovó, não é mesmo? A questão aqui são os biscoitinhos que acompanham este chá e o açúcar adicionado. Hahaha… Shirlei, você quer que eu tome chá sem nada? Claro que não, você pode optar por biscoitos integrais, bolos caseiros com frutas e adoçar com stévia ou xilitol. Acrescente gotas de limão. Ficam deliciosos e auxiliam sua saúde.
  • Que tal um quentão fit? Crie sua receita usando: canela, gengibre, hibiscos, maçã, suco de uva e cravo. Vai ver que nem precisa adoçar.
  • Ah, não se esqueça de tomar água, ela é tão necessária no inverno quanto no verão.
  • Faça atividade física, apesar da preguiça, lembre-se de cuidar do seu corpo para chegar bem no verão.
  • E as frutas? Prefira as frutas da estação, elas estão bem mais nutritivas. Precisamos respeitar os ciclos da natureza. Que tal aquecê-las e salpicar canela ou gengibre? Abaixo cito algumas frutas com dicas simples para você se inspirar:

Morangos: Por seu baixo teor de calorias, são muito bons para ser incluídos como sobremesa ou lanches. Além disso, são ricos em vitamina C, o que ajuda na cicatrização de ferimentos e fortalece a parede dos vasos sanguíneos.

Laranja lima: Rica em vitamina C, essa fruta tem muitos antioxidantes e propriedades anti-inflamatórias. Ela também é indicada para o controle do colesterol, para regular o intestino e para melhorar o sistema circulatório. Que tal acrescentar no chá?

Pera: Rica em fibras, essa fruta é de fácil digestão. Além disso, é indicada pra quem quer emagrecer porque ajuda a reduzir o apetite, especialmente quando consumida antes das refeições. Pelo seu baixo índice glicêmico, ela também favorece o combate da diabetes, pois é das frutas que menos aumenta o açúcar no sangue. Experimente assá-la com canela salpicada. Esta é uma super dica para quem está com vontade de comer doces.

Berinjela: É rica em tripsina, que ajuda a restringir o metabolismo das células cancerígenas. Além disso, é uma rica fonte em fibras que faz com que ocorra uma redução do risco de câncer de cólon. Uma lasanha com este alimento cai bem no inverno!

Batata-doce: fonte de energia por ser um carboidrato saudável de baixo índice glicêmico. Use-a para fazer aquela sopa quentinha com outros vegetais.

Palmito: É um excelente alimento para a manutenção da saúde óssea e para auxiliar no processo de crescimento das crianças, além de atuar no sistema imunológico e diminuir a retenção de líquidos.

Inhame: É uma boa fonte de vitamina B6, nutriente necessário para ajudar a quebrar a homocisteína, um aminoácido que pode danificar diretamente as paredes dos vasos sanguíneos. A ingestão adequada desse alimento reduz o risco de doença cardíaca, ajuda o organismo no processo de detoxificação.

Receita de sopa:

Sopa laranja

1 dente de alho grande

½ cebola média

¼ de abóbora japonesa média

1 cenoura média

20g de gengibre ralado

1 colher de sobremesa rasa de cúrcuma em pó

1 ramo pequeno de alecrim.

DSC_1752

Profissionais de saúde discutem nutrição comportamental, coaching e inovação

By | Brasília, Educação, Saúde | No Comments

Com temas distintos especialistas discursam assuntos importantes para a carreira do profissional de Nutrição

Em um cenário de terrorismo nutricional (alimentos proibidos e permitidos) nutricionistas vão discutir novidades e formas de aumentar a qualidade de vida das pessoas sem tanta restrição. O workshop visa promover soluções para o tratamento de doenças crônicas, compartilhando assim conhecimentos fundamentais tanto para estudantes quanto profissionais. O evento ocorre no próximo dia 29 de julho, na Asa Sul mediante inscrição antecipada.

Para a organizadora do evento e nutricionista, Shirlei de Jesus, o ambiente é propicio para troca de experiências, aprimoramento dos conhecimentos bem como melhorar a eficácia no atendimento dos pacientes. A Nutcartaz aprovado-01 (2)ricionista ressalta que a variedade de profissionais inclusive, de outras partes do país, enriquece ainda mais o aprendizado. “Muitas pessoas estão deixando de consumir saúde, ou seja, ingerindo cada vez mais produtos alimentícios e artificiais em detrimento da comida de verdade. A nossa missão é mostrar que Nutrição vai muito além de emagrecimento. É uma ciência que promove bem estar e qualidade de vida”.

Para a ocasião está confirmado a participação dos nutricionistas: Rafael Marques, Shirlei de Jesus, Vivian Costa, Maria Leirice e Karen Carolina. Durante todo o dia, os participantes irão aprender sobre os seguintes temas: Coaching nutricional na prática, comportamento alimentar no manejo de doenças crônicas (obesidade, diabetes, etc), na prática de atividade física, posicionamento ético e abordagem do comportamento alimentar nas redes sociais, bem como os desafios na prática clínica, com casos clínicos de consultório.

 

Foto: Agência Brasília

Redução do valor da refeição nos restaurantes comunitários

By | Brasília, Política | No Comments

Foto: Agência Brasília

Há, exatamente um ano, a CLDF iniciou uma ”força tarefa”, com o objetivo de encontrar soluções para ajudar o Distrito Federal a sair da crise. “Criamos a ‘Frente Parlamentar contra a Crise’ para atender várias demandas e reivindicações de diversos setores da sociedade, a exemplo do aumento do preço das refeições dos Restaurantes Comunitários”, relembrou, enfatizando que em um esforço conjunto dos 24 parlamentares, a CLDF destinou a diversos setores R$ 24 milhões que foram economizados pela CLDF. “À época, criticamos os aumentos autorizados pelo GDF, e sugerimos que os recursos economizados pela CLDF, que somaram R$ 24 milhões, subsidiassem as refeições do Restaurante Comunitário, que antes custavam R$ 1,00.  Nosso apelo não foi em vão”.

Quando o aumento das refeições dos Restaurantes Comunitários foi anunciada, os parlamentares condenaram a decisão. “Um aumento de 300% no valor da refeição é inconcebível”, afirmou a deputada. E completou: “Também não concordaremos com qualquer aumento de imposto acima dos índices da inflação. O contribuinte, pagador de seus impostos, não poderá arcar com essa conta. A população não pode pagar a conta da crise no DF”, rebateu Celina na ocasião. E disse mais: “Sugiro que os R$ 24 milhões que a Câmara devolverá aos cofres do GDF subsidie a manutenção do preço nos restaurantes comunitários”.

Para que a população pague o antigo valor, R$ 1,00, os beneficiários de programas sociais do Governo deverão apresentar, no guichê do restaurante, documento de identificação com foto e constar do Cadastro Único do governo de Brasília, por meio de sistema da Secretaria do Trabalho, Desenvolvimento Social, Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos.

“A vitória é de todos nós”! comemorou a deputada Celina Leão, presidente da Câmara Legislativa do DF (CLDF), lembrando que que oito meses depois de aumentar os preços, governo do Distrito Federal anuncia que as refeições vão custar R$ 2 para o público comum e R$ 1 para beneficiários de programas sociais. “E já começou a vigorar desde segunda-feira (23)”, sublinhou Celina. O restaurante do Sol Nascente foi o primeiro com a cobrar este valor (R$1,00) e, após um mês, será estendido às outras localidades.

 

De acordo com o governador, a redução dos valores das refeições não causará grandes impactos nos cofres públicos, uma vez que o desde o reajuste em novembro do ano passado, a frequência de usuários nos restaurantes populares diminuiu. “Vamos reduzir o preço para toda a população. Tivemos a redução 47% no número de pessoas diariamente no restaurante. Isso fez com que as empresas responsáveis repactuassem o preço e aumentar o valor do subsídio pago para o Governo. Com a redução, a nossa expectativa é aumentar a frequência de usuários e atender a população mais carente”, detalhou o governador. Com os valores antigos, os custos estimados aos cofres públicos estavam em R$ 21 milhões, agora com o novo valor é de R$ 22 milhões.

 

_JAC5247

Conheça 14 atitudes para conquistar uma saúde plena

By | Brasília, Destaques, Saúde | No Comments

Através de atitudes cotidianas saudáveis, as pessoas podem prevenir e tratar diversas doenças

Mal-estar, dores pelo corpo, dores de cabeça, fraqueza, memória fraca, sobrepeso e insônia com frequência, indicam algo de errado com sua saúde. Todavia, esses males podem ser combatidos através de cuidados simples, que são essenciais para a prevenção de doenças e a busca pela cura.

Mesmo com rotinas longas e estressantes é importante dedicar-se a um cuidado maior do corpo e da mente, afinal, se não for feita a prevenção, será necessário pausar a rotina para realizar tratamentos, que podem ser dolorosos e trazer uma série de complicações. Mesmo que, inicialmente, seja difícil adaptar-se a hábitos mais saudáveis, a inserção deles de maneira gradativa e com total disciplina, traz resultados rápidos e claros.

Procure adotar os seguintes hábitos saudáveis:

  1. Tome cerca de 200ml de água por hora;
  2. Alimente-se bem, regularmente e com boa quantidade de fibras;
  3. Respire fundo várias vezes por dia;
  4. Exponha-se ao Sol pelo menos 3x/semana (ou até mais), da forma correta;
  5. Durma pelo menos 7h diárias, de lado, no silêncio e em local escuro;
  6. Pratique atividade física regularmente;
  7. Diminua e gerencie melhor seu estresse;
  8. Evite excessos e intoxicações;
  9. Cuide sempre da saúde da sua mente e do seu espírito;
  10. Busque constantemente conhecimento de qualidade e conte com acompanhamento regular por bons profissionais de saúde;
  11. Identifique seus objetivos, trace metas, planeje-se e mantenha os focos certos
  12. Evite consumir alimentos prejudiciais (sobretudo açúcar, glúten e leite);
  13. Melhore sua “saúde intestinal” (por exemplo, Kefir pode ajudar);
  14. Tome suco verde diariamente (junto a tudo acima)

 

Este “programa de saúde”, utilizado pelo Dr. Ícaro Alves, médico brasiliense, vem sendo aplicado e aperfeiçoado ao longo de 15 anos e tem o objetivo de promover hábitos saudáveis, promover saúde e prevenir/combater doenças. Faz parte do conceito de “Medicina do Estilo de Vida”, Integrativo, ainda “novo” no Brasil, mas que recentemente foi incorporado por centros de referência em saúde como o Hospital Sírio Libanês e o Hospital Israelita Albert Einstein.

Tal estratégia já é reconhecida pela Universidade de Harvard e American College of Lifestyle Medicine, nos Estados Unidos. “Procuramos ajudar a solucionar os sintomas e doenças do paciente antes mesmo de necessitar do uso de medicamentos”, esclarece Dr. Ícaro.

 

Especificamente quanto à alimentação, o Dr. Ícaro propõe que se consuma menos carboidratos (açucares) e mais proteínas e gorduras saudáveis. Segundo ele, o ideal, em geral, seria consumir algo como 40% de proteínas, 30% de carboidratos e 30% de gorduras.

 

O médico

Dr. Ícaro Alves Alcântara é médico homeopata formado há 16 anos pela Universidade de Brasília – UnB, com pós-graduação em Estratégia Ortomolecular em Medicina, palestrante em saúde, dono do portal de saúde www.icaro.med.br, autor do livro 11 hábitos em 11 Semanas e idealizador do aplicativo gratuito para celulares e tablets Gerenciador de Saúde Dr. Ícaro.

Powered by themekiller.com