Fitness | Notícias de Fato
Tag

Fitness

DSC_1752

Profissionais de saúde discutem nutrição comportamental, coaching e inovação

By | Brasília, Educação, Saúde | No Comments

Com temas distintos especialistas discursam assuntos importantes para a carreira do profissional de Nutrição

Em um cenário de terrorismo nutricional (alimentos proibidos e permitidos) nutricionistas vão discutir novidades e formas de aumentar a qualidade de vida das pessoas sem tanta restrição. O workshop visa promover soluções para o tratamento de doenças crônicas, compartilhando assim conhecimentos fundamentais tanto para estudantes quanto profissionais. O evento ocorre no próximo dia 29 de julho, na Asa Sul mediante inscrição antecipada.

Para a organizadora do evento e nutricionista, Shirlei de Jesus, o ambiente é propicio para troca de experiências, aprimoramento dos conhecimentos bem como melhorar a eficácia no atendimento dos pacientes. A Nutcartaz aprovado-01 (2)ricionista ressalta que a variedade de profissionais inclusive, de outras partes do país, enriquece ainda mais o aprendizado. “Muitas pessoas estão deixando de consumir saúde, ou seja, ingerindo cada vez mais produtos alimentícios e artificiais em detrimento da comida de verdade. A nossa missão é mostrar que Nutrição vai muito além de emagrecimento. É uma ciência que promove bem estar e qualidade de vida”.

Para a ocasião está confirmado a participação dos nutricionistas: Rafael Marques, Shirlei de Jesus, Vivian Costa, Maria Leirice e Karen Carolina. Durante todo o dia, os participantes irão aprender sobre os seguintes temas: Coaching nutricional na prática, comportamento alimentar no manejo de doenças crônicas (obesidade, diabetes, etc), na prática de atividade física, posicionamento ético e abordagem do comportamento alimentar nas redes sociais, bem como os desafios na prática clínica, com casos clínicos de consultório.

 

26801_2_L

Inibidores de apetite: efeitos colaterais são maiores do que a perda de peso

By | Brasil, Destaques, Saúde | No Comments

Semana passada, a Câmara dos Deputados liberou três inibidores de apetite muito populares no Brasil: anfrepramona, femproporex e mazindol. Essas substâncias tinham sido vetadas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária, a Anvisa, em 2011, sob a alegação de que os riscos à saúde são maiores que os benefícios. Agora o assunto volta à tona e, ao que parece, questões políticas parecem se sobrepor aos interesses dos maiores prejudicados com essa decisão: os pacientes.

A obesidade é um dos problemas mais graves da atualidade. Estima-se que uma em cada três pessoas no mundo esteja acima do peso. São cerca de 2,1 bilhões de pessoas. O número de obesos ou com sobrepeso cresceu 70% em três décadas. O Brasil é o quinto país mais “pesado” do mundo, com 26,2 milhões de pessoas, sendo 11,7% dos homens e 20,6% das mulheres. Um nicho e tanto para as indústrias farmacêuticas fazerem riqueza com substâncias que prometem um emagrecimento rápido e livre de sacrifícios.

Contudo, o que parece milagre logo revela efeitos colaterais devastadores. Quem conhece alguém que já tomou inibidores de apetite sabe que uma das maiores reclamações é o efeito rebote. O paciente, sem fome, reduz drasticamente a ingestão de calorias e perde peso rapidamente. No entanto, quando o tratamento é interrompido, o ganho de peso é quase que imediato e, na maioria das vezes, os ponteiros na balança tendem a subir ainda mais. Em vez de perder peso, a médio prazo, o paciente acaba é ganhando.

Além disso, esse tipo de medicamento pode induzir a doenças cardiovasculares e transtornos psicológicos, já que essas substâncias afetam diretamente o sistema nervoso central. Os prejuízos são tão grandes que o manzidol está suspenso nos Estados Unidos e na Europa desde 1999. O femproporex jamais foi autorizado nos Estados Unidos e está banido da Europa também desde 1999. A anfepramona ainda é permitida nos Estados Unidos, mas está proibida na Europa.

O grande cerne da questão é que a obesidade precisa ser levada mais a sério tanto pelos pacientes quanto pelos médicos e autoridades competentes. Ter um corpo saudável requer cuidados com alimentação e atividade física permanentes. Lógico que há produtos que atuam como importantes coadjuvantes nessa luta, como é o caso dos suplementos alimentares nutracêuticos. Baseados em pesquisas científicas e novas tecnologias, eles são compostos por extratos de plantas, frutas, algas e sementes com princípios ativos capazes acelerar o metabolismo de forma natural e muito mais saudável.

Como não são “milagres” da poderosa indústria farmacêutica, esses suplementos tem resultados um pouco mais lentos que as anfetaminas, porém com a vantagem de ser uma eliminação permanente e não uma perda momentânea. Se com anfetamina um paciente consegue emagrecer cerca de dez quilos por mês, com os nutracêuticos associados à uma pequena reeducação alimentar e uma curta rotina de exercícios físicos, é possível eliminar de forma definitiva em torno de cinco quilos por mês.

O caminho pode ser mais longo, mas a recompensa, sem dúvida, é muito maior. O paciente ganha saúde e não apenas perda de peso. Com simples mudanças de hábito é possível ganhar não apenas um corpo mais bonito como muito mais saudável, livre dos efeitos colaterais das anfetaminas. Quando as pessoas finalmente entenderem que saúde se conquista no dia a dia, esse tipo de medicamento não terá espaço nas casas de quem procura qualidade de vida de verdade.

unnamed (5)

Fast Açaí participa do Vila Mix Goiânia

By | Empreendedorismo | No Comments

O Festival Vila Mix promove em Goiânia, nos dias 1 e 2 de julho, a 7ª edição do evento, no Estádio Serra Dourada. A festa contará com 23 atrações nacionais e internacionais, com quatro setores, de diversos valores, sendo eles: Villa Vip, Villa Extra, Villa Prime e Backstage Brahma Golden Mix.

Além de curtir toda a variedade de atrações, o público terá a oportunidade de se alimentar de forma saudável para garantir a energia durante os shows. Isso porque a rede de franquias Fast Açaí estará presente nos dois dias do evento. No sábado, com as vendas do tradicional açaí, e no domingo, distribuindo seu carro-chefe, gratuitamente, das 14h à meia-noite.

Originária de Goiás, a marca tem concentrado grande parte dos seus investimentos no Distrito Federal, onde pretende triplicar suas unidades – atualmente são 11 unidades – até o final de 2017. 

Recepção Golden Fit 02

BRASÍLIA TEM O MAIOR NÚMERO DE ACADEMIA DO PAÍS

By | Destaques, Empreendedorismo, Saúde | No Comments

Preocupado com a saúde e qualidade de vida, cada vez mais o brasileiro está adepto a atividades físicas. Prova disso, é o mercado de academia em expansão no Brasil, que já atinge cerca de 30 mil unidades em todo país, atendendo cerca de 8 milhões de alunos, de acordo com  a Associação Brasileira de Academias (Acad). Os números colocam o Brasil em 2º lugar no ranking mundial de academias, perdendo apenas para os Estados Unidos. E o DF é o local da federação brasileira com maior número de academias no país. Aqui, existe uma academia para cada 3.525 habitantes. Em Santa Catarina, que ocupa o segundo lugar no ranking, há uma para cada 5.027 pessoas. Já no terceiro Estado com mais academias por habitantes, São Paulo, há um estabelecimento para cada 5.069 moradores.

Pensando nessa demanda crescente, os sócios Roberto Camilo e os irmãos Georges, Gabriel, Miguel e Rafael Pantazis lançam em Brasília a Golden Fit. O empreendimento está instalado no coração da capital federal, no Setor Comercial Norte, quadra 01, lote D, Edifício Vega Luxury Mall. “Fizemos uma lista de tudo aquilo que achávamos essencial em uma academia. Um espaço cuidadosamente projetado, professores altamente qualificados e preparados para orientar as pessoas. Aqui, o nosso aluno vai se acostumar a ser bem tratado. Nossa meta é fazer com que o exercício físico seja um hábito prazeroso e agradável”, explica Roberto.

As instalações merecem um destaque especial. Além das salas de musculação, ergometria, multiuso e de avaliação física, a Golden Fit oferece passadoria, armários com ponto para recarga de celular, vestiários com espelhos de corpo inteiro, duchas com dispensers de sabonete e até bancada com iluminação especial para maquiagem, destinada às mulheres. Quem assina o projeto arquitetônico é Carolina Nathair, da Studio de Arquitetura. Atenta aos mínimos detalhes, a arquiteta criou um jardim vertical do teto ao chão e utilizou lonas tensionadas que causam o efeito de claraboia, proporcionando uma sensação de bem-estar e aconchego. O cuidado com o meio ambiente também aparece nos aquecedores alemães que aproveitam até 20% a mais da luz solar. “Quem vem malhar aqui se sente à vontade e encontra toda a estrutura para, depois, ir trabalhar ou sair com os amigos. E isso tudo com mensalidades à partir de R$149,00 até a data da inauguração. É o melhor custo-benefício da cidade”, enfatizou Georges Pantazis, um dos sócios da academia.

A proposta da Golden Fit é facilitar a vida de quem trabalha ou estuda na região. Por isso, o treino é personalizado de acordo com o objetivo e o tempo que cada aluno tem diariamente. Entre as modalidades oferecidas estão musculação, alongamento, spinning e zumba. Para garantir a eficácia dos treinos, a Golden Fit oferece estrutura completa com equipamentos de última geração. “Adquirimos aparelhos biarticulados (de execução independente dos membros), todas as esteiras possuem TV, ventilação frontal e tela touchscreen. Estamos preparados para um público exigente, que tenha duas horas ou apenas 15 minutos para se exercitar. Nossa finalidade é que ele, dentro de sua disponibilidade, seja capaz de alcançar os resultados almejados”, destacou Roberto.

A tecnologia também contribui para a manutenção da rotina saudável dos usuários Golden Fit. Um aplicativo exclusivo ajudará no controle de treino. Entre as facilidades, balança de bioimpedância integrada ao cadastro de cada um dos matriculados, sistema com vídeo da execução de cada aparelho, práticas alternativas possíveis de serem feitas em caso de viagem. “Nosso objetivo é levar saúde e bem-estar para os nossos alunos, oferecendo o que há de mais moderno. Queremos mudar o comportamento das pessoas, de alguma maneira. A intenção é que elas tenham cada vez mais facilidade para realizar atividades físicas e, assim, consigam melhorar sua qualidade de vida”, concluiu Georges.

Powered by themekiller.com