Mercado | Notícias de Fato
Tag

Mercado

Fábrica Social, Agência Brasília3

Fábrica Social abre 1.400 vagas para capacitar profissionais

By | Destaques, Economia | No Comments

A Secretaria Adjunta do Trabalho do Distrito Federal abriu ontem (6/6), 1.400 vagas para a Fábrica Social – Centro de Capacitação Profissional. São oferecidas chances em diversas áreas para que o profissional se capacite para o mercado.São 1.000 oportunidades para têxtil e confecção de material esportivo, 150 para instalação e manutenção de painéis solares, 150 de produção e cultivo de alimentos saudáveis em meio urbano, 50 de marcenaria com madeiras recicláveis e 50 para construção civil.

De acordo com o secretário-adjunto do Trabalho, Thiago Jarjour, as vagas são uma oportunidade para quem quer se profissionalizar. “A Fábrica Social é uma excelente porta de abertura profissional. O governo pretende investir na capacitação desses novos trabalhadores para que o mercado receba-os melhor formados. Com isso, ganham tanto o setor privado quanto o público”, explica Jarjour.

As inscrições podem se feitas até 24 de junho, pela Central 156, opção 9, das 7h às 19h. Inclusive aos sábados e domingos, de 8h às 18h. Podem participar pessoas com cadastro para programas sociais do Governo Federal, com renda familiar per capta de até R$ 154, idade mínima de 16 anos, morar no DF, ter disponibilidade de até 6 horas de manhã ou à tarde.

Cinco por cento das vagas são destinadas a pessoas com deficiência, idosas e menores de idade reeducandos. O sorteio dos participantes será no dia 29 de junho. Não podem se inscrever quem já participou de algum processo de capacitação e qualificação da Fábrica Social.

LogoBagnews (002)

By | Destaques, Empreendedorismo | No Comments

Opções de franquias possuem taxa de investimento inicial entre R$ 6 mil e R$ 40 mil

De acordo com, o IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, mais de 11 milhões de trabalhadores estão desempregados. Desde que que o IBGE começou a fazer esse levantamento há quatro ano, essa é a taxa mais alta: 10,9% no primeiro trimestre.  Entre os jovens, na faixa dos 18 aos 24 anos, a taxa de desocupação saltou de 18,9% em janeiro para 20,8% em fevereiro. Uma das saídas para o desemprego é o empreendedorismo e, as microfranquias podem ser a porta de entrada para jovem empreendedor brasileiro. Para o valor do investimento inicial, que varia entre R$ 6 mil e R$ 40 mil, o futuro empreendedor pode usar a rescisão do trabalho anterior, juntar as economias ou até mesmo se aliar a outros familiares para conseguir o montante.

A área de tecnologia é uma das que mais cresce, mas para quem está começando e ainda não encontrou uma oportunidade no mercado, a DocSystem Corporation – líder no desenvolvimento de software de Gestão de Documentos, Conteúdo e Processos – oferece cinco modelos de microfranquias com investimentos que vão de R$ 6 mil a R$ 40 mil, são elas: DocScan, Express, Silver, Gold e Platinum. Com apenas R$ 6 mil é possível adquirir uma DocScan – franquia home office exclusiva para digitalização de documentos. A franquia fornece serviços de digitalização e indexação de documentos, além de comercializar os produtos DSCloud GED, ERP e CRM, DSExpress GED/ECM e Max Express GED, da DocSystem. A média de retorno é de apenas 7 meses e o faturamento do primeiro ano gira em torno de R$ 5 mil por mês, com lucro operacional estimado em 56% sobre os serviços e vendas dos produtos. “A DocScan é voltada para pequenos investidores que buscam um negócio rentável e seguro”, explica Lecivânia Martins, Vice-Presidente de Marketing e Vendas da DocSystem. Mais informações no site www.docsystemcorp.com

 

Para quem busca investir na área de comunicação, a opção é a BagNews – franquia especializada em publicidade regional em sacolas reutilizáveis e recicláveis, com investimento inicial entre R$ 10 mil e R$ 22 mil. De acordo com o sócio diretor da BagNews, Salvatore Privitera, ela é indicada ao jovem dinâmico e comunicativo, pois seu trabalho será comercializar os anúncios a serem veiculados nas sacolas, além de distribuí-las nos pontos previamente selecionados na sua região.  O prazo de retorno do valor investido é entre 8 e 12 meses, e o faturamento médio mensal fica em torno de R$ 24.500,00, com lucratividade bruta de 63%. A sacola BagNews é uma embalagem útil e ecologicamente correta, pois além de ser reutilizável, reciclável e biodegradável, é produzida com papel parcialmente reciclado e impressa com tintas à base de água; o veículo de mídia mais correto ecologicamente disponível no mercado de mídia impressa no Brasil. Mais informações acesse: www.bagnews.com.br

Imagem: Reprodução

Brasileiro busca oportunidades de negócios para enfrentar a crise

By | Brasil, Destaques, Empreendedorismo | No Comments

Imagem: Reprodução

Com o aumento do desemprego, mais de 11 milhões estão desempregados no Brasil, de acordo com o IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, a saída para muitos brasileiros tem sido empreender. Segundo levantamento inédito da Boa Vista SCPC, com base nos dados da Receita Federal, no primeiro trimestre de 2016 foram abertas 538 mil novas empresas no País, um aumento de 6,4% em relação ao mesmo período do ano anterior, e 16% em comparação aos últimos três meses de 2015.

Abrir uma microfranquia pode ser a porta de entrada para o empreendedorismo e a saída definitiva da estatística do desemprego. A DocSystem Corporation oferece oportunidade para quem busca empreender no segmento de tecnologia com a sua mais nova marca de microfranquia, a DocScan, que possui investimento inicial de apenas R$ 6 mil. “A DocScan é voltada para pequenos investidores que buscam um negócio rentável e seguro”, explica Lecivânia Martins, Vice-Presidente de Marketing e Vendas da DocSystem. A empresa fornecerá serviços de digitalização e indexação de documentos, além de comercializar os produtos DSCloud GED, ERP e CRM, DSExpress GED/ECM e Max Express GED, da DocSystem.

De acordo com o CEO da DocSystem – líder no desenvolvimento de software de Gestão de Documentos, Conteúdo e Processos, Laudemir Valente, a média de retorno da franquia é de apenas 7 meses e o faturamento do primeiro ano gira em torno de R$ 5 mil por mês, com lucro operacional estimado em 56% sobre os serviços e vendas dos produtos. Um dos fatores que torna esse modelo mais rentável, é o fato de o franqueado atuar em home office ou prestar serviços nas instalações dos clientes, quando os documentos não puderem sair da empresa por motivos de segurança. “Nosso objetivo é dar oportunidades para um maior número de empreendedores conquistarem seu próprio negócio”, comenta Valente.

O investimento inicial da franquia DocScan é de R$ 12 mil, mas para os primeiros 50 investidores será concedido um desconto de 50%. Neste valor está incluso um curso de qualificação nas melhores práticas de digitalização e de prospecção de soluções de gestão documental e de processos – Curso CDIA+ (Certified Document Imaging Architect – da CompTIA). “O principal diferencial da DocSystem em relação ao mercado é sua preocupação com a qualificação do franqueado e com a qualidade dos serviços e produtos fornecidos”, ressalta Mario Salles, Gerente de Negócios Corporativos da DocSystem. Segundo Salles, além de treinamento completo de como montar e operar a unidade, o franqueado recebe uma suíte de digitalização e de gestão de documentos e processos de primeira linha e um scanner Kodak i2400 (em comodato), quando em geral o mercado trabalha com softwares medianos e de funcionalidades limitadas. Este modelo de negócio é indicado para cidades com mais de 50 mil habitantes.

Assista ao vídeo institucional da empresa:

Diretor-superintendente do Jornal de Brasília, Renato Matsunaga ao lado da presidente da CLDF. Foto: Divulgação

Maiores do DF: Premiação para empresas que mais contribuem com ICMS e ISS

By | Brasília, Economia | No Comments

Diretor-superintendente do Jornal de Brasília, Renato Matsunaga ao lado da presidente da CLDF. Foto: Divulgação

O lançamento, nesta terça-feira (19), do prêmio Maiores do DF 2016, promovido pelo Jornal de Brasília, reuniu o empresariado local, assim como políticos do DF, como a presidente da Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF), deputada Celina Leão. “Uma premiação que valoriza o contribuinte da cidade”, ressalta a parlamentar.

A ideia da premiação, este ano, é levar uma mensagem de otimismo ao empresariado local que é a grande estrela do desenvolvimento do DF, e destacar as empresas que mais contribuem com o ICMS e o ISS. “O empresariado, como bem destaca a premiação, é quem dita o ritmo do crescimento do DF e transforma a crise em oportunidade”, sublinha a deputada.

Durante o lançamento, o diretor-superintendente do Jornal de Brasília, Renato Matsunaga falou sobre a economia do DF e o papel do empresariado local. “São os senhores que possibilitam aos investimentos, a geração de empregos e o crescimento do país e que impedem que a economia pare de vez. Nada mais justo do que homenageá-los”, enfatizou o diretor. Mas foi Guilherme Lombardi, diretor de Marketing e Mídias Digitais que explicou como o trabalho será feito e seus detalhes.

A presidente da Casa explicou que a premiação é importante porque é um estímulo para que os empresários continuem tendo a credibilidade de investir no DF. “São em momentos como esses, que a CLDF presente, o poder Executivo e a própria imprensa reconhecem essa credibilidade e esse investimento no DF. Nesse momento de crise, temos mais de 500 empresários com arrecadação que realmente estimula o desenvolvimento do DF. Isso é meritório. Estamos aqui, mostrando a representatividade da CLDF”. E completa: “é uma lista grande que mostra que, apesar de toda a crise, tem economia sólida”.

Celina avalia que o DF tem desenvolvido, apesar da crise, e ainda temos uma economia sólida.  “Estamos num momento de crise, mas com solidez, porque mesmo num momento de crise estamos conseguindo honrar com os compromissos orçamentários e continuamos aumentando a arrecadação. Isso é importante”, garante a presidente da CLDF.

A parlamentar destacou ainda a preocupação da Casa em vetar o aumento de impostos. “Temos segurado muito essa questão de aumento de impostos. O empresário não consegue trabalhar com uma carga tributária muito alta. A CLDF teve uma participação muito importante nisso e ao final, esse é o resultado positivo que estamos tendo. Quando ele sente que tem credibilidade para continuar investindo, o estado crescendo. Controlar os impostos para que os empresários possam continuar a investir”, concluiu Celina Leão.

Foto: Divulgação

São Paulo Investimentos marca presença na Brasília Expo Franquias

By | Destaques, Economia, Empreendedorismo | No Comments

Foto: Divulgação

Durante três dias, os empreendedores interessados em desenvolver uma franquia, tiveram encontro marcado na Brasília Expo Franquias. Entre as grandes marcas que se fizeram presentes foi a Franquia de Precatórios, uma das maiores empresas em compra e venda de precatórios, fundos de investimentos em direitos creditórios não padronizados (FIDC-NP) e planejamento estruturado.

O baixo investimento para adquirir a franquia chamou bastante atenção dos visitantes da feira. Muitos esclareceram dúvidas com as recepcionistas da AG1 Comunicação e logo triaram para o gerente de comercialização.

A consolidação da marca a nível nacional potencializa com que a franquia possa atuar com mais competitividade no mercado. Os profissionais que atuam na empresa são referência no setor, com formação nas mais diversas universidades, seja ela nacional ou internacional e trazendo resultados expressivos para a corporação.

IMG_5200

Terra Madre Saudáveis chega à Brasília

By | Brasília, Destaques, Empreendedorismo | No Comments

Com duas unidades consolidadas em Goiânia, a franquia Terra Madre Saudáveis chega à Capital Federal para oferecer produtos de qualidade à população. O empório oferece alimentos com o maior padrão de qualidade, com linha de orgânicos, diet, lights, sem glúten, sem lactose, veganos, funcionais, integrais e uma gama completa para quem precisou adaptar a alimentação.  A empresa mantém a seguinte filosofia: “A Terra Madre quer levar uma vida melhor para as pessoas”.

Além da marca sólida que está em constante expansão, a Terra Madre conquista a satisfação dos clientes/ consumidores. Para quem deseja investir e se tornar um franqueado, vantagens são inúmeras: maior mix de produtos do segmento, acompanhamento da gestão e agenda de campanhas, feirinha de orgânicos frescos e conveniência com produtos para consumo imediato.

A rede de fornecedores e parceiros também conta bastante para a gestão e comercialização, visto que, a loja se mantém sempre com produtos à disposição do cliente, fresco e de excelente qualidade. A Terra Madre Saudáveis também promove o crescimento da produção local.

Na última semana, a marca mostrou seu estande na Feira Expo Franquias afim de mostrar seu projeto de negócio que está conquistando o Brasil. As recepcionistas da AG1 Comunicação ficaram responsáveis por abordar potenciais clientes, fazer a triagem para a equipe de expansão esclarecer eventuais dúvidas. O estande foi um dos mais visitados e o público pode conhecer toda a logística, essência do negócio e ainda puderam degustar alguns dos alimentos comercializados na loja.

Visite o site e conheça os benefícios para investir no empório de alimentação saudável: www.terramadresaudaveis.com.br

Adelmir Santana: “O nosso anseio é o de que Brasília encontre um caminho e gere cada vez mais riquezas. Foto: Divulgação

Fecomércio lança câmara temática para fortalecer setor de Tecnologia da Informação do DF

By | Ciência e Tecnologia, Destaques, Economia | No Comments

Adelmir Santana: “O nosso anseio é o de que Brasília encontre um caminho e gere cada vez mais riquezas. Foto: Divulgação

Com a finalidade de fortalecer o setor de tecnologia da informação de Brasília e torná-lo mais competitivo, a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Distrito Federal lançou na manhã desta terça-feira (15), em parceria com o Sindicato das Empresas de Serviços de Informática do Distrito Federal (Sindesei-DF), a Câmara Temática de Tecnologia da Informação e Comunicação da Fecomércio-DF. “O nosso anseio é o de que Brasília encontre um caminho e gere cada vez mais riquezas. O setor de TI é um segmento que envolve muitas empresas e negócios e que, certamente, quando bem estimulado pode nos dar bons resultados”, afirmou o presidente da Fecomércio, Adelmir Santana.

A criação da câmara temática, de cunho empresarial, tem o objetivo de discutir as principais dificuldades enfrentadas pelo setor, procurando encontrar soluções principalmente nas áreas de tributação, crédito, financiamento, comercialização, formação de recursos humanos e estímulos à inovação. O lançamento reuniu na Fecomércio o presidente da Frente Parlamentar de Ciência, Tecnologia, Pesquisa e Inovação do Congresso Nacional, deputado federal Izalci Lucas; a presidente da Frente Parlamentar de Ciência e Tecnologia da Câmara Legislativa, deputada distrital Liliane Roriz, o deputado distrital Wasny de Roure, empresários, diretores da Fecomércio e representantes do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac).

O empresário Marco Túlio Chaparro, segundo diretor financeiro do Sindesei, foi eleito presidente da Câmara Temática de Tecnologia da Informação e Comunicação da Fecomércio-DF. Chaparro afirmou que Brasília tem vocação para TI, pois a cidade tem um espaço reduzido, que não comporta grandes indústrias ou áreas de agricultura. “Atualmente, o nosso setor tem mais de cinco mil empresas. Hoje, o segmento de TI é responsável pela criação e inovação de vários outros setores. Nosso segmento permeia todos os outros e por isso precisa ter uma transversalidade, com foco na geração de trabalho e riquezas”, disse Marco Túlio.

O presidente da câmara salientou ainda a importância da criação de cursos que supram as lacunas de profissionais da área. Segundo ele, é necessário que se crie um modelo de negócio, onde a academia e o setor produtivo andem juntos. “Nos Estados Unidos já existe isso, um modelo que supre as demandas do mercado, com a intenção de gerar emprego e fomentar o mercado de trabalho. Essa câmara pode ser um ponto de partida para desenvolver trabalho que vão nesse sentido”, concluiu Chaparro.

Poder Legislativo

O deputado federal Izalci Lucas parabenizou a iniciativa da Fecomércio e falou de sua luta pelo fortalecimento do segmento. “Participei de dois governos como secretario de ciência e tecnologia, que foi um dos motivos para eu ir para câmara federal lutar pela educação e pela tecnologia, pois já conhecia os gargalos do setor”, disse. “Na Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática da Câmara dos Deputados conseguimos aprovar o novo marco legal (Lei 13.243/16) que incentiva as atividades de pesquisa científica e prevê isenção e redução de impostos para importação de insumos nas empresas. Juntamos todos os partidos no sentido de avançar nessa área tão importante da economia do País”, informou Izalci.

Já a deputada distrital Liliane Roriz, afirmou que é necessário rediscutir programas, para que os responsáveis pelo segmento possam trabalhar, cada vez mais, juntos em prol da evolução da área de TI. “É um segmento muito forte. Sem tecnologia não há desenvolvimento, me coloco a disposição da câmara temática para que juntos possamos dar prioridade para a cidade digital, e criar projetos que visem à política de tecnologia social”, explicou Liliane.

O deputado distrital Wasny de Roure, destacou a relevância do setor e de cursos de profissionalização que fomentem a área. “Recentemente eu fiz monções honrosas a dois estudantes do Gama que construíram um aplicativo para que usuários de medicamentos não se esqueçam de tomar os remédios. Na ocasião, a professora dos garotos me disse o quanto isso é importante para eles na trajetória da construção de uma vida profissional. Por isso, temos que nos sensibilizar e incentivar os jovens para essa área tão importante para a economia”, ressaltou Wasny.

O presidente do Sindesei, Charles Dickens, disse que a câmara temática dará um apoio enorme para o segmento “É uma das iniciativas mais importantes para o nosso setor. Assim, esperamos conseguir agregar as vontades e os anseios para fomentar a tecnologia no DF”, disse. A Fecomércio também pretende lançar, em breve, uma Câmara Temática para discutir assuntos ligados ao turismo do DF.

 

fabio_02

Palestra: Os 5 passos para excelência em vendas e estratégias

By | Brasil, Brasília, Ciência e Tecnologia, Destaques, Diversão e Turismo, Economia, Empreendedorismo, Gastronomia, Mundo, Política, Religião, Saúde, Veículos | No Comments

 

Os empreendedores e empresários do Distrito Federal terão a oportunidade de adquirir conhecimentos inovadores para poder aplicar na rotina empresarial. O especialista Fábio Fiorini, CEO do Grupo Net Branding, especialista em Branding, colunista da revista Vendas Mais e comentarista Branding da revista ISTO É Dinheiro estará em Brasília para ministrar uma palestra aos executivos.

A ideia é abordar assuntos relevantes e que fazem parte do dia a dia dos empresários, e a partir disso esclarecer dúvidas e apontar soluções inovadoras. Ao final da apresentação, o público terá a oportunidade de poder fazer perguntas diretamente com o especialista.

Serviço: Palestra Os 5 passos para excelência em vendas e estratégias

Data: 24 de fevereiro, a partir das 19h30

Local: Espaço Cultural da Caesb, Águas Claras.

Inscrições: www.triven.com,br

Filiados Triven: R$15,00
Não filiados Triven: R$30,00

Powered by themekiller.com